Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Sala de Imprensa > Notícias > Lançamento da Coletânea BRCRIS: “Dos Padrões Internacionais de Estruturação da Informação de Pesquisa aos Indicadores: Primeira Incursão na Temática”
Início do conteúdo da página
Quarta, 14 Agosto 2019 15:55

Lançamento da Coletânea BRCRIS: “Dos Padrões Internacionais de Estruturação da Informação de Pesquisa aos Indicadores: Primeira Incursão na Temática”

Lançamento da Coletânea BRCRIS: “Dos Padrões Internacionais de Estruturação da Informação de Pesquisa aos Indicadores: Primeira Incursão na Temática” Divulgação

O Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) lançou uma coletânea de artigos de autores oriundos de diversas especialidades do campo da Ciência da Informação e da Tecnologia da Informação e Comunicação. A coletânea é fruto de um projeto desenvolvido pelo IBICT em parceria com a Delegação da União Europeia no Brasil em conjunto com os Diálogos Setoriais, intitulado “Dos padrões internacionais de Estruturação da Informação de Pesquisa aos Indicadores”. A obra foi a contrapartida do IBICT no âmbito dessa parceria e registra as pesquisas realizadas para o desenvolvimento do projeto.

A coletânea, intitulada “Dos Padrões Internacionais de Estruturação da Informação de Pesquisa aos Indicadores: Primeira Incursão na Temática”, contém o resultado de estudos sobre sistemas internacionais de classificação, tabela de áreas de conhecimento do CNPq, indicadores de C&T, cibermetria e ferramentas e padrões para a construção de sistemas de informação de pesquisa nos moldes do CRIS, sigla em inglês para Current Research Information System, editado por Maria de Nazaré Freitas Pereira, Hélia de Sousa Chaves e Ronaldo Ferreira Araújo.

Segundo Maria de Nazaré, coordenadora científica do projeto BRCRIS do IBICT, datam de 2014 as primeiras incursões do Instituto na temática CRIS, investindo diretamente em estudos e pesquisas sobre o tema. A professora Nazaré ressalta que “a incursão na temática se faz presente em uma série de trabalhos que aprofundam aspectos relacionados ao desenvolvimento de um sistema do tipo CRIS. Da classificação e seus sistemas ao projeto piloto há um continuum de ações que se entrelaçam para permitir a geração de indicadores, algo muito além dos identificadores persistentes, tema de um dos trabalhos da Coletânea. São ações que tratam dos aspectos semânticos e que respondem pela consistência em diferentes níveis: interoperabilidade, busca, recuperação...”.

Ainda, para a editora Maria de Nazaré, “independente do conteúdo que veiculam, seja nanotecnologia ou plantas medicinais na produção de fármacos, esses sistemas estão na base da produção da abundância e da riqueza, ou seja, da economia. Assim, se considerarmos, ainda, que eles são organizados, disseminados, divulgados e tornados interoperáveis com outros sistemas, por meio das tecnologias de informação e comunicação (TICs), ao poder de transformar a economia, soma-se o de transformar a sociedade.”

Hélia Chaves, coordenadora de Redes de Serviços de Informação de Novos Produtos do IBICT, conta que a obra aborda o relato da experiência da equipe brasileira em cooperação com Portugal e do desenvolvimento de um projeto piloto de sistema do tipo CRIS, contendo um conjunto de informações extraído do sistema Pesquisa Saúde (http://pesquisasaude.saude.gov.br/noticiaLerMais.xhtml?id=384) sobre pesquisas financiadas pelo Ministério da Saúde e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em parceria com a Fundação  de Amparo à Pesquisa de Alagoas (FAPEAL), no âmbito do Programa Pesquisa para o SUS (PPSUS). Este sistema experimental foi denominado Piloto BRCRIS IBICT-FAPEAL e está disponível no portal do IBICT (http://piloto-brcris-fapeal.ibict.br/jspui/pagina-inicial.html).  Trata-se de um sistema CRIS de interesse local e ao mesmo tempo especializado em saúde. Dessa forma, o experimento abrangeu duas das modalidades de sistemas de informação de pesquisa possíveis de se desenvolver por meio do modelo CRIS, que contempla sistemas nacionais, locais ou temáticos.

Histórico do projeto BRCRIS

O IBICT tem atuado no desenvolvimento de pesquisas, serviços e produtos de informação, com expertise na criação de sistemas de informação que incorporam padrões internacionais e promovem a interoperabilidade com outros sistemas de instituições parceiras. Com base nessa experiência e à luz de sua missão de “promover a competência, o desenvolvimento de recursos e a infraestrutura de informação em ciência e tecnologia para a produção, socialização e integração do conhecimento científico e tecnológico”, o IBICT identificou a importância dos sistemas CRIS para a organização e acesso a informações sobre a atividade de pesquisa em ciência e tecnologia no País e sua capacidade de contribuir com essa ação.

Nesse sentido, entre 2014 e 2019, o Instituto investiu na realização de estudos, levantamentos e análise sobre os sistemas CRIS, abrangendo, entre outros assuntos, o modelo de dados, o conjunto de ferramentas utilizadas para administrar sistemas CRIS, iniciativas estrangeiras em sistemas CRIS, ferramentas de indexação, quadro referencial teórico e da metodologia a ser adotada para integrar sistemas de informação. Promoveu a realização de workshops e capacitação em Brasília. Formalizou parcerias com instituições brasileiras de fomento à pesquisa e com organizações internacionais líderes no desenvolvimento de sistemas CRIS, a Fundação de Ciência e Tecnologia (FCT) de Portugal (2015) e a euroCRIS (2016). Em abril de 2017, o IBICT liderou uma missão brasileira a Malta, para participar do lançamento do Comitê Executivo do CASRAI na Europa, e passou a integrar, a partir de então, seu Comitê Gestor.

Em maio de 2017, o IBICT submeteu proposta de projeto à 9ª Convocatória da Iniciativa de Apoio aos Diálogos Setoriais União Europeia Brasil, no âmbito do Diálogo Sociedade da Informação, para o desenvolvimento de um projeto piloto BRCRIS com dados sobre pesquisas financiadas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (FAPEAL). O citado projeto deu origem a esta coletânea, que configurou a contrapartida do IBICT no âmbito do projeto Diálogos Setoriais.

Onde encontrar a Coletânea BRCRIS:
http://www.ibict.br/publicacoes-e-institucionais/coletanea-brcris

Além da versão eletrônica, a Coletânea BRCRIS foi produzida em papel, no total 500 exemplares. Os interessados devem entrar em contato com a equipe do BRCRIS pelo e-mail brcris@ibict.br ou pelo telefone (61) 3217-6117.

 

Daniela Cunha

Núcleo de Comunicação Social do Ibict

Última modificação em Sexta, 23 Agosto 2019 13:19
Fim do conteúdo da página