Banner ACVCarinianaOasisbrManifesto

Sala de Imprensa

IBICT e Arquivo Nacional lançam Guia de Instalação e Configuração Archivematica/AtoM

 

O Guia de Instalação e Configuração Archivematica/AtoM foi lançado oficialmente na terça-feira, 22 de agosto, em Brasília. A publicação traz os resultados de um trabalho que visa orientar as instituições públicas e privadas do Brasil na instalação e configuração do software livre Archivematica, versão 1.6, e o AtoM. O produto é fruto de uma parceria entre o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) e o Arquivo Nacional.


Marcos Novaes durante o lançamento do guia

 

O conteúdo é voltado para profissionais da área da Tecnologia da Informação (TI) com conhecimento intermediário em sistemas operacionais Linux. O trabalho foi realizado a partir de pesquisas, estudos e laboratórios do projeto Metodologia de apoio ao sistema de informação e comunicação da Comissão Nacional da Verdade (CNV).

De acordo com o coordenador geral de Tecnologias de Informação e Informática do IBICT, Marcos Pereira Novais, a ação teve início com o apoio do instituto aos resultados da CNV, catalogando, organizando e entregando ao Arquivo Nacional os dados recolhidos. “Graças a essa iniciativa com o Arquivo Nacional, estamos discutindo projetos de preservação digital com outras instituições que têm interesse de atuar em parceria com o IBICT”, adiantou Novaes.


Público presente no evento

 

Érika Maria Nunes Sampaio, arquivista da Área de Preservação de Documentos Digitais no Arquivo Nacional, observou que a parceria entre as instituições resultou em uma ação exitosa, colocando a CNV em evidência. “Estamos conversando com o IBICT sobre novos projetos, visando continuar essa parceria para podermos avançar nos estudos que estão sendo desenvolvidos”.

Uma das palestras no evento foi proferida pelo coordenador da Rede Brasileira de Serviços de Preservação Digital (Rede Cariniana), Miguel Arellano, e tratou dos desafios da preservação na era digital. “Atualmente coordeno outro projeto do IBICT, a Rede Cariniana – que trata dos acervos de preservação digital, que discute temas similares aos do projeto lançado aqui. Estamos trabalhando para que as instituições adotem as melhores soluções para ajudar a gerenciar os conteúdos digitais”, disse Arellano.

Entre as instituições que apoiaram o projeto estão a Câmara dos Deputados e a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Segundo Vanderlei Batista dos Santos, diretor da Coordenação de Arquivo da Câmara dos Deputados, o lançamento desse guia gera expectativa dos setores e dos profissionais que atuam na área de arquivo. “Essa ação vem de encontro com a atual política do governo federal, que é de incentivar a gestão documental como um todo. É necessário criarmos uma comunidade de práticas brasileiras que nos façam evoluir no campo da preservação digital”, sintetizou Vanderlei Batista.


Victor Almeida

Núcleo de Comunicação Social do IBICT

Créditos da imagem: Victor Almeida

Data da Notícia: 23/08/2017 11:50